• Telefones de Atendimento

    0800-040-1010 | 0800-051-3130

  • Agencia Virtual

    Agencia Virtual Ceriluz

  • Bandeira Tarifária

    Escassez Hídrica

A Ceriluz, por meio de sua proposta de ir Além da Energia, está apoiando a realização do Projeto Cinema em Ijuí, desenvolvido pelo SESC-Ijuí, com participação do Poder Executivo, da Unijuí, Cavalini Eventos e do Grupo Jornal da Manhã. A iniciativa foi lançada oficialmente na segunda-feira,b 27 de setembro, em ato de assinatura no auditório do SESC, com a presença de representantes das empresas e entidades promotoras e a imprensa regional. O objetivo é levar cinema aos bairros e comunidades do interior de Ijuí, de forma itinerante e gratuita. Ao todo, estão previstas para esse ano dez sessões, das quais sete delas nos bairros e locais públicos de Ijuí, e três em comunidades do interior. A programação inicia já nesse domingo, 03 de outubro, com a exibição do filme O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes, livre para todos os públicos, no Campus da Unijuí, às 19h30 minutos (veja a programação completa ao final).

Em geral a exibição do filme será feita no formato Drive-in, ou seja, as pessoas irão assistir os filmes de dentro de seus veículos, onde o áudio será transmitido diretamente no rádio do carro, em frequência FM. O objetivo é atender os protocolos de distanciamento social, visando à prevenção ao coronavírus.

Apesar do acesso ser gratuito, para controle no número de pessoas presentes, os interessados deverão retirar ingressos junto ao SESC Ijuí. A sugestão é para que o ingresso seja trocado por um brinquedo, novo ou usado, desde que em boas condições, que será doado para crianças carentes no Dia das Crianças e também no Natal.

Segundo o diretor secretário da Ceriluz, Sandro Lorenzoni, que participou do ato de assinatura do projeto, a Ceriluz optou por apoiar a iniciativa por ela promover a retomada da integração social entre as famílias, além de levar uma atividade diferenciada às comunidades. “Estamos honrados em participar deste projeto que leva diversão e cultura às nossas comunidades, em especial ao interior, onde nós promovíamos eventos por meio de nosso Programa Além da Energia, mas que a Pandemia nos impediu de continuar”, afirma Sandro. Ele se refere aos Encontros de Comunidade que a Ceriluz promovia anualmente, indo de encontro aos associados, levando atividades diversificadas, desde formações a iniciativas de lazer e cultura. Além disso, segundo Sandro, a iniciativa permitirá às comunidades retomarem suas atividades econômicas. Comercializando alimentos e bebidas aos presentes, reforçando seus Caixas, também muito prejudicados pela Pandemia.

Veja abaixo o cronograma de exibições do Projeto Cinema em Ijuí:

Data

Horário

 Dia da semana

Local

Filme

  03/10

 19h30

 Domingo

 Campus Unijuí

O grilo feliz e os Insetos Gigantes

Classif: livre

 08/10

 19h30

 Sexta

 Interior – Rincão dos Goi

O menino da porteira

Classif: 10 anos

 10/10

 20h

 Domingo

 Interior –  Vila Santana

Não se preocupe, nada vai dar certo

Classif: 12 anos

 15/10 

 20h

 Sexta

Interior –  Vila Floresta

O menino da porteira

Classif: 10 anos

 19/10

 19h30

 Terça Feriado

 Parque de exposições

A raposa Má

Classif: Livre

 07/11 

 19h30

 Domingo

 Campo do Getúlio Vargas

31 Minutos

Classif: Livre

15/11

19h30

Segunda -feriado

Campo Bairro Modelo

Não se preocupe, nada vai dar certo

Classif: 12 anos

 21/11 

 19h30

 Domingo

Campo do Bairro Gloria

Se eu fosse você 2

Classificação: 10 anos

 28/11

 19h30

 Domingo

 Aeroclube Ijuí

O grilo feliz e os insetos gigantes

Classif: 10 anos

 05/12

 19h30

 Domingo

 Praça  da República

O menino da porteira

Classif: 10 anos

Após construir a CGH Nilo Bonfanti, em Chiapetta, a Ceriluz resolveu dar passos maiores e em dezembro de 2003 colocou em operação a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) José Barasuol, que, apesar de ter o termo “pequena” no nome, foi um grande empreendimento para a Ceriluz e para o Sistema Cooperativista, sendo até hoje a maior usina do cooperativismo brasileiro. Situada no leito do rio Ijuí, esta usina tem 14,3 MW de potência instalada, sendo 13,5 MW em sua estrutura principal e 0,83 MW em uma minicentral no corpo da barragem, que aproveita a vazão sanitária do rio.

Os primeiros encaminhamentos de construção da Usina José Barasuol começaram em 1998. Em janeiro de 2002 foram iniciadas as obras. Para a construção desta usina foram adquiridos, no distrito de Santana, em Ijuí, mais de 100 hectares, sendo 42 deles somente para o lago.

Até hoje essa usina é uma referência para geradores de energia, por produzir muito, com baixo impacto ambiental e social. Um dos seus diferenciais, uma inovação em PCHs na época, foi a opção por um túnel adutor de 650 metros, escavado em rocha, diminuindo assim a necessidade de aquisição de áreas rurais produtivas ou nativas, não impactando aos moradores próximos.

Foi uma obra inovadora, para geração de energia limpa, que adotou e ainda adota todos os cuidados ambientais, e que representou um salto nos resultados da Ceriluz. Além de ganhos financeiros, a usina diminuiu a dependência da Cooperativa na aquisição de energia e deu mais qualidade e segurança aos seus associados.

Assista esse conteúdo em no nosso canal do youtube, em https://www.youtube.com/watch?v=Ena8gb6o0_A. Inscreva-se e ative as notificações para receber os próximos vídeos.

 

A primeira usina hidrelétrica do município de Augusto Pestana começa a sair do papel para tornar-se realidade. Isso porque a Central Geradora Hidrelétrica (CGH) Augusto Pestana recebeu no dia 24 de setembro, a autorização para início das obras, a partir da emissão, por parte da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM), da Licença Prévia e de Instalação Unificada (LPI) número 160/21. O projeto pertence a empresa Arroio Bonito Geração e Comércio de Energia Elétrica LTDA, cujos ativos pertencem integralmente à Ceriluz Geração.

Com a licença em mãos, o primeiro passo será a aquisição dos equipamentos que formam o conjunto de geração, incluindo turbina e gerador. A obra física deve começar no início de 2022 com previsão de conclusão até o mês de dezembro do próximo ano. A usina será instalada no Distrito de Arroio Bonito, nos fundos do Parque de Exposições Alfredo Schimidt, e vai utilizar a vazão do Rio Conceição para geração de energia. Ela contará com uma turbina com capacidade de geração de 1,4 Megawatts (MW) e a área do lago será de cinco hectares, praticamente todo na calha do próprio rio, com baixo impacto no meio ambiente e para os moradores locais.

A implantação do projeto contará com o apoio do Badesul, banco de fomento vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Sul. A parceria entre a Cooperativa e o agente financeiro foi formalizada no dia 09 de setembro, em Esteio, por ocasião da 44ª Expointer, onde o presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli, e o diretor secretário, Sandro Lorenzoni, participaram de ato de assinatura de protocolo de intenções para financiamento do projeto (foto), no valor de R$12 milhões. Estiveram presentes na solenidade, o secretário de Desenvolvimento Econômico do RS, Edson Brum, o presidente do Badesul, Odacir Klein, a vice-presidente, Jeanette Lontra, o diretor de Operações e Inovação, Flávio Lammel e o diretor financeiro, Kalil Sehbe Neto.

Além da CGH Augusto Pestana, um segundo projeto pertencente ao Grupo Ceriluz para aquele município tramita na Fepam: a CGH Ponte Nova, no Distrito de Rincão do Progresso, cuja capacidade instalada será de 1,3 MW.

Há pouco mais de duas décadas os diretores da Cooperativa, então liderados pelo presidente José Barasuol, optaram por investir na geração própria de energia, com o objetivo de consolidar o sistema de distribuição e diminuir a dependência externa. Hoje, com quatro usinas próprias e outros quatro empreendimentos construídos por meio de parcerias, a Ceriluz tem um importante parque de geração de energia hídrica, limpa, que que dá sustentação ao seu trabalho de fornecimento de energia e garantias em momentos de dificuldades.

Desta iniciativa surgiu a Central Geradora Hidrelétrica (CGH) Nilo Bonfanti, inaugurada no dia 10 de dezembro de 1999, no rio Buricá, no município de Chiapetta. Esta usina é considerada o embrião de todo o trabalho voltado à geração de energia hídrica e que culminou na formação da cooperativa Ceriluz Geração e na construção das demais usinas da Cooperativa.

Este empreendimento de geração de energia exigiu um investimento de aproximadamente R$1,2 milhão de reais, garantindo com sua estrutura uma capacidade instalada de 680 quilowatts (kW), pouco frente ao total instalado pela Ceriluz hoje, mas um grande passo para a época. Com esse investimento a Ceriluz foi uma das pioneiras na geração de energia entre as cooperativas brasileiras, que posteriormente vieram a seguir seus passos, conquistando hoje um importante posto no cenário nacional de geração de energia.

E o grande diferencial dessa infraestrutura de geração da Ceriluz é que suas usinas são de pequeno porte e, portanto, geram energia limpa a partir de um recurso renovável, com baixo impacto ambiental. Estas usinas, aliás, promovem melhorias nas regiões onde são instaladas, adotando cuidados para preservar áreas de preservação permanentes, além de implantar iniciativas regulares para proteção dos peixes e da fauna silvestre local.

Assista esse conteúdo em:https://www.youtube.com/watch?v=PBD5v6QgO7I&t=22s.

Um sistema de distribuição de energia não é formado apenas por postes e cabos, mas uma série de outras estruturas fundamentais para garantir a qualidade de energia aos consumidores. Integram o sistema, por exemplo, as subestações de energia, formadas por um conjunto de equipamentos, que entre outras funções, controlam a distribuição de energia e protegem o sistema e os consumidores.

A Ceriluz ampliou seu complexo de transformação de energia nos últimos anos e atualmente conta com três subestações: As SEs Ceriluz 01 - Reinholdo Luiz Kommers, na comunidade de chorão, em Ijuí, com potência de 22,5 MVA; a SE Ceriluz 02 - Aparício Piccinin, em São Jacó, Santo Augusto, de 15 MVA, e agora, o investimento mais recente, a Subestação Ceriluz 03, também localizada em Ijuí, na Linha 01 Leste, de 25 MVA de potência instalada, que entrou em operação em maio de 2021.

Essa INFRAESTRUTURA atual consolida o sistema de distribuição de energia da Ceriluz e dá fôlego para suportar o consumo dos associados em suas atividades, sejam elas rurais, industriais, comerciais ou mesmo residenciais. Ao se conectarem com usinas da cooperativa e ao Sistema Interligado Nacional (SIN) elas garantem que mesmo com o aumento de carga na área de atuação da Ceriluz, uma constante entre os associados, não faltará energia para estimular novos investimentos.

Assista esse conteúdo em: https://www.youtube.com/watch?v=3u4e66hAvL8&t=2s.

Localizada ao lado da BR 285 a nova sede da Ceriluz abriga todo o setor administrativo da Cooperativa e também centraliza a INFRAESTRUTURA técnica e de logística da Cooperativa. É nela que se encontra a maioria dos 170 colaboradores que trabalham no Grupo Ceriluz e que hoje atuam com distribuição e geração de energia e também com provimento de internet via fibra óptica.

Essa sede foi inaugurada em 2018 e trouxe a Ceriluz para um local estratégico, pensando no atendimento com agilidade dos associados. Por sua posição ao lado da BR 285, permite o rápido deslocamento das equipes para os diferentes municípios onde estão seus associados, já que Ijuí está no centro de todo o sistema de distribuição de energia da Cooperativa.

Até então a sede antiga estava fixada no centro da cidade de Ijuí, o que dificultava bastante o deslocamento das equipes, especialmente de caminhões carregados de postes e outros equipamentos pesados. Nesse sentido ainda, vale salientar que essa nova sede, tem um terreno de aproximadamente 30 mil m2 e oferece mais espaço para armazenagem de materiais e equipamentos e para estacionamento de veículos da empresa e dos associados.

A nova sede também trouxe benefícios diretos aos associados que buscam atendimento presencial, uma vez que ficou muito mais fácil chegar até a Cooperativa,  com rápido acesso e amplo estacionamento, além de um local agradável para tratar dos diferentes assuntos com os colaboradores da Ceriluz.

Assista esse conteúdo em: https://www.youtube.com/watch?v=F3F-59YECro&t=6s