• Telefones de Atendimento

    0800-040-1010 | 0800-051-3130

  • Agencia Virtual

    Agencia Virtual Ceriluz

  • Bandeira Tarifária

    Escassez Hídrica

PCH RS-155

A Usina RS-155 é a terceira PCH da Ceriluz, tendo entrado em operação em agosto de 2012. Está localizada no município de Ijuí, na comunidade de Santana, ao lado da rodovia RS-155, motivo pela qual leva este nome. Sua capacidade de geração é de 5,982 MW, sendo 5,712 MW em sua Casa de Máquinas principal, composta por duas turbinas, e 0,270 MW na minicentral instalada no corpo da barragem, que aproveita a vazão sanitária. A nova usina é considerada bastante eficiente tendo em vista que sua área de alague é de apenas 1,8 hectares fora do leito do rio, proporcionando assim uma significativa geração com baixo impacto ambiental. Como peculiaridade destaca-se o fato da Barragem ser ligada à Casa de Máquinas por meio de um Túnel Adutor escavado em rocha abaixo da rodovia, com uma profundidade de aproximadamente 40 metros, garantindo assim a estabilidade do solo.

 

 

 

Ficha técnica: Unidade Principal

  • Rio: Ijuí
  • Projeto: Rischbieter Engenharia e Ceriluz Geração
  • Área do Reservatório: 14,44 ha
  • Profundidade média do lago: 2,5 m
  • Barragem: 200 m
  • Altura: 5 m
  • Unidades Geradoras: 2
  • Potência Instalada: 5,982 MW
  • Casa de Máquinas Principal: 5,712 MW
  • Minicentral Hidrelétrica: 0,270 MW
  • Rotação Síncrona: 150 r.p.m.
  • Tensão Geração: 6,6 kV
  • Turbina: Kaplan – eixo vertical
  • Queda de referência: 8,14 m
  • Vazão máxima turbinada: 80,82 m3/s 
  • Túnel adutor: 589 m escavado em rocha.

 

Como agendar uma visita?

Para agendar uma vista em qualquer uma das Usinas da Ceriluz o interessado deve enviar um ofício para a sede administrativa (Rua Reinoldo Schindler, 100, Bairro das Chácaras, 98700-000 – Ijuí/RS) ou para o email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., informando a data e o objetivo da visita, o número de visitantes e o nome de um responsável pelo grupo, ou contatar pelo 0800-51-3130 e informar os mesmos dados.

Ceriluz em Números

 A Ceriluz tem sua sede administrativa localizada no município de Ijuí e atende outros 24 municípios da região Noroeste do Rio Grande do Sul, conforme lista abaixo. Para garantir a segurança e o respeito à área de ação de outras cooperativas e concessionárias, a área é perfeitamente demarcada por linhas poligonais identificadas por sistema de georreferenciamento. Essas poligonais foram estabelecidas no passado através de negociações, envolvendo não só a Ceriluz e demais cooperativas, como também as concessionárias de distribuição de energia elétrica e a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que é o órgão regulador deste serviço. 

 

 

 

 

 

Municípios atendidos:

  • São Valério do Sul (rural)
  • Santo Augusto (rural)
  • Inhacorá (rural)
  • Chiapetta (rural)
  • Catuípe (rural)
  • Nova Ramada (rural e urbano)
  • Ajuricaba (rural)
  • Ijuí (rural e parte do urbano)
  • Bozano (rural e urbano)
  • Coronel Barros (rural e urbano)
  • Augusto Pestana (rural)
  • Jóia (rural)
  • Boa Vista do Cadeado (rural)

Municípios atendidos parcialmente:

  • São Martinho
  • Alegria
  • Coronel Bicaco
  • Independência
  • Palmeiras das Missões
  • Condor
  • Giruá
  • Santo Ângelo
  • Entre Ijuís
  • Cruz Alta
  • Eugênio de Castro 

Escritórios de atendimento:

  • Ijuí - prédio da administração;
  • Catuípe;
  • Ajuricaba.

Quadro social e funcional:

Quadro social: O quadro associativo da Ceriluz hoje é composto por 16 mil associados, considerando Pessoa Física e Jurídica. São associados aqueles que integralizaram cota capital da Cooperativa, sendo ou não uma fonte consumidora ativa.

Quadro funcional: Hoje a Ceriluz conta com aproximadamente 170 pessoas em seu quadro funcional, divididas entre as cooperativas de distribuição e geração de energia e a empresa provedora de internet.

Usinas

A Ceriluz Geração possui atualmente três usinas em operação:

  • 1999 - Central Geradora Hidrelétrica (CGH) Nilo Bonfanti - Chiapetta/RS
  • 2004 - Pequena Central Hidrelétrica (PCH) José Barasuol  - Ijuí/RS;
  • 2012 - Pequena Central Hidrelétrica (PCH) RS 155 - Ijuí/RS

                 PS: Além das usinas próprias a Cooperativa possui parcerias formando empresas de Sociedade de Propósito Específico (SPE), ou seja, a geração de energia. Consulte as demais usinas do Grupo no Menu GERAÇÃO.

Número de subestações:

  • SE Ceriluz 01 - Chorão (Ijuí)
  • SE Ceriluz 02 - São Jacó (Santo Augusto)    
  • SE PCH RS-155 (Ijuí)
  • SE Usina José Barasuol (Ijuí)
  • SE Usina Nilo Bonfanti (Chiapetta)

Números gerais:

  • Transformadores monofásicos: 4.095.
  • Transformadores trifásicos: 1.021.
  • Postes: 42.690, sendo todos eles de concreto.
  • Comprimento de Rede de Média Tensão: 3.144 km.
  • Comprimento de Rede de Baixa Tensão: 1.039 Km.
  • Total de Km de redes MT e BT: 4.183 Km.

Sobre a geração

 

Gerar sua energia própria sempre foi um sonho da Ceriluz. Através da força do cooperativismo isto se tornou realidade. Mais do que realizar um sonho, apostar na geração de energia foi uma decisão estratégica que deu muito certo. Inicialmente a cooperativa fornecia energia diretamente para seus associados, chegando a ser autossuficiente logo após a inauguração da Uina José Barasuol. Porém, após a assinatura do Contrato de Permissionária de Serviço Público a energia gerada passou a ser injetada no mercado, sendo comercializada na totalidade para a empresa CPFL Energia, reforçando o Sistema Elétrico Nacional que é abastecido por inúmeras usinas geradoras, de pequeno, médio e grande porte.

Ceriluz Geração

A Cooperativa de Geração de Energia e Desenvolvimento Social Ltda - CERILUZ GERAÇÃO - foi criada em 06 de junho de 2006 pelos associados da Ceriluz Distribuição. A usina mais antiga da Ceriluz Geração foi construída no ano de 1999, ainda pela Cooperativa de Distribuição, recebendo inclusive o nome do ex-presidente Nilo Bonfanti. Esta PCH está situada no Rio Buricá, no município de Chiapetta e as obras de construção desta usina iniciaram em julho de 1998, sendo concluídas em agosto de 1999. A PCH Nilo Bonfanti teve um investimento aproximado de R$ 1,2 milhões, obtidos mediante financiamentos e possui uma capacidade de geração de 0,68 Megawatts (MW).

Em fevereiro de 2004 foi inaugurada a Usina José Barasuol, localizada no município de Ijuí, no leito do rio Ijuí. A potência nominal desta usina é de 13,5 MW, o que a configurou como a maior usina do cooperativismo brasileiro. Os primeiros encaminhamentos e estudos para a construção desta usina começaram em 1998 e as obras em 2002. Os investimentos se aproximam dos R$ 25 milhões, custeados pela própria Cooperativa e por empréstimo obtido junto ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul- BRDE. No dia 17 de outubro de 2007 foi inaugurada a Minicentral Hidrelétrica, um novo grupo gerador anexo à barragem da Usina José Barasuol. A Minicentral exigiu um investimento de R$ 2,4 milhões, custeados com recursos próprios da Cooperativa. A sua capacidade de geração é de 0,83MW, energia limpa e sustentável uma vez que aproveita a vazão sanitária com este objetivo.

Em dezembro de 2009 iniciaram as obras de construção da Usina RS-155 (foto). Esta usina terá uma capacidade instalada de 6 MW, com um excelente aproveitamento de água se comparada às demais usinas já em funcionamento. O projeto prevê um investimento de R$ 40 milhões, divididos em recursos próprios e financiamentos.

DADOS GERAIS

  • Denominação: CERILUZ GERAÇÃO – Cooperativa de Geração de Energia e Desenvolvimento Social Ltda.
  • CNPJ: 08.290.060/0001-06
  • Inscrição Estadual: 065/0123611
  • Endereço: Rua do Comércio, 921. Sala “B”. CEP 98700-000. Bairro Centro. Ijuí/RS.
  • Fone/Fax: (0xx 55) 3331-9100 

DIRETORIA 2014/2018

  • Presidente: Iloir de Pauli
  • Vice-presidente: Valmir Elton Seifert
  • Secretário: Romeu Ângelo de Jesus

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EFETIVO

  • 1º vogal: Luiz Vieira
  • 2º vogal: Roberto Heuser
  • 3º vogal: Senio Reinoldo Kirst
  • 4º vogal: Leonildo Fernandes de Ávila
  • 5º vogal: Luiz Fernando Baroni

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO SUPLENTE

  • 1º vogal: Maira Bottega
  • 2º vogal: Jandir Tabille
  • 3º vogal: Valmir Varini
  • 4º vogal: Antenor Tedeschi
  • 5º vogal: Edenor Carlos Brigo

CONSELHO FISCAL EFETIVO (2016/2017)

  • Olacir Amaral
  • Clóvis Taborda Padilha
  • Sidnei João Montagner

CONSELHO FISCAL SUPLENTE

  • Adir Milton Kunz
  • Ângelo Paulo Prybytowicz
  • Edemar Soschinske