• Telefones de Atendimento

    0800-040-1010 | 0800-051-3130

  • Agencia Virtual

    Agencia Virtual Ceriluz

  • Bandeira Tarifária

    Escassez Hídrica

Programa de Pesquisa e Desenvolvimento - P&D

Para atender ao que dispõe a Lei nº 9.991, de 24 de julho de 2000, as empresas permissionárias de distribuição de energia elétrica devem aplicar um percentual mínimo da receita operacional líquida em Programas de Pesquisa e Desenvolvimento – P&D, segundo regulamentos da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL.

O Programa está pautado pela busca por inovações frente aos desafios tecnológicos e de mercado das empresas de energia elétrica. A pesquisa empresarial no setor de energia elétrica deverá ter metas e resultados previstos, tendo como prazo e forma de recebimento das contribuições para novos projetos.

De 2008 a 2010 a Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL regularizou as cooperativas como permissionária para prestação do serviço público de distribuição de energia elétrica rural, sendo 8 localizadas no Estado, entre elas a Ceriluz. Com a regularização, estas cooperativas assumem obrigatoriamente alguns direitos e deveres, tais como: investir em projetos de pesquisa e desenvolvimento, cumprir metas para indicadores de qualidade, praticar tarifas iguais ou inferiores às fixadas pela ANEEL, realizar investimentos considerados prudentes e com valores razoáveis.

Por outro lado, as Cooperativas de Eletrificação Rural possuem muitas peculiaridades e condições de prestação de serviço que ainda não são de pleno conhecimento da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL, e que dificultam o estabelecimento pela mesma de uma metodologia consistente de reposicionamento tarifário.

PROJETO P&D - PROJEÇÃO DE PARÂMETROS REGULATÓRIOS

Dentro do enfoque acima relatado está sendo realizado um projeto de pesquisa e desenvolvimento englobando as 8 Cooperativas de Eletrificação Rural do estado do Rio Grande do Sul regularizadas como Permissionárias, cujo título é "Projeção de Parâmetros Regulatórios da Permissão em Diferentes Cenários Visando a Modicidade Tarifária e a Qualidade Adequada no Fornecimento de Energia Elétrica".

Objetivos: Desenvolver modelos de projeção de parâmetros regulatórios das permissionárias no ambiente regulatório atual e em proposição, elaborar um sistema computacional para aplicação dos modelos a serem criados e integrá-lo, quando viável, aos outros sistemas computacionais das cooperativas, especificar relatórios com informações voltadas às necessidades das permissionárias, implementar o sistema e treinar funcionários.

Descrição: O projeto prevê o desenvolvimento de metodologia apoiada em sistema computacional para acompanhar e projetar os principais parâmetros regulatórios da permissão, de modo a orientar cada Cooperativa na tomada de decisões sobre a escolha da melhor alternativa de obras, elaboração do plano de investimentos e estimar as tarifas de compra e de fornecimento de energia elétrica aplicáveis nos próximos anos. 

Prazo de Execução: 24 meses.

Valor Investido: O valor investido pelas permissionárias no projeto somou um total de R$ 1.457.220,00, com a participação da Ceriluz Certel, Certaja, Cermissões, Coprel, Creluz, Creral, Cooperluz, Força & Luz Engenharia e Sinapsis Inovação em Energia.

Vídeos

Ceriluz Imagens Aéreas

Apresentamos abaixo o link para um vídeo com uma coletânea de imagens aéreas da Ceriluz. O material traz como destaque algumas das redes da Cooperativa, suas usinas, as sedes e a movimentação das equipes prestadoras de serviços de construção e manutenção de redes da Ceriluz. É uma forma diferente de ver a Cooperativa e sua infraestrutura, deixando um pouco mais claro a grandiosidade da Ceriluz.

Vídeo Institucional Ceriluz 50 Anos

Abaixo link para o Informativo Ceriluz 2016 - Especial 50 Anos, produzido para promover o aniversário da Cooperativa, comemorado no dia 20 de agosto, e demonstrar o potencial de geração e distribuição de energia, assim como seu papel social junto aos associados. 

Vídeo Segurança de Colaboradores

O trabalho de prevenção de acidentes entre nossos colaboradores é constante e traz, além de tranquilidades para os funcionários e seus familiares, certeza de que os serviços serão prestados de forma adequada e eficiente, beneficiando aos associados consumidores. Apresentamos abaixo vídeo institucional que apresenta os principais Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) utilizados pelos nossos colaboradores. Conheça e compreenda.

Vídeo institucional Ceriluz 2013

Apresentamos abaixo link para o vídeo institucional da Ceriluz produzido no ano de 2013, em parceria com a Z.Comunic, que traz as principais informações sobre a Cooperativa, suas potencialidades e ações sociais.

PEE

 *Acesse o Manual do Consumidor: Manual do Consumidor

A Ceriluz desenvolve o Programa de Eficiência Energética (PEE), se adequando às exigências da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL. A Lei número 9.991, de 24 de julho de 2000, define que as empresas concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica devem aplicar 0,5% da receita operacional líquida em programas que tornem o uso da energia mais eficiente. O objetivo do PEE é tomar medidas positivas que podem ter reflexos consistentes no combate ao desperdício de energia elétrica, beneficiando não só o consumidor individual, que pagará menos mensalmente, mas a comunidade que depende do fornecimento de energia da Cooperativa. Por meio do programa, além de estimular o consumo consciente através de um processo de educação ambiental que visa o uso correto de equipamentos eletroeletrônicos, a Ceriluz está possibilitando aos consumidores enquadrados na Classe Baixa Renda, melhorias na sua casa e a substituição de equipamentos, com o objetivo de diminuir o seu consumo de energia mensal. Para isso, foi realizado levantamento entre os consumidores selecionando àqueles que se adequaram às exigências da ANEEL e que demonstraram interesse em fazer a substituição.

Por meio do programa estão sendo distribuídos:

  • 1.600 lâmpadas leds - 08 watts, 90 a 265 volts
  • 07 Geladeiras – 300 litros, consumo 35,5 kWh/mês
  • 18 geladeiras – 239 litros, consumo 23,4 kwh/m
  • 25 sistemas de aquecimento solar, Heliotek, 200 litros, 2.500 Watts.
  • 15 novos padrões de entrada.

PORQUE SUBSTITUIR EQUIPAMENTOS ANTIGOS

O associado pode estar se perguntando quais as reais vantagens de substituir estes equipamentos por novos? Este informativo, além de apresentar o Programa de Eficiência Energética, tem o objetivo de esclarecer algumas dúvidas neste sentido. Vamos saber agora porque é importante substituir alguns equipamentos antigos por novos.

AQUECEDOR SOLAR

O objetivo do sistema de aquecimento solar é reduzir a necessidade de energia elétrica para aquecer a água de chuveiros, uma vez que será utilizado o calor do sol para este fim. Estudos comprovam que na região Sul esta energia é eficiente em pelo menos 75% do ano. Mas claro que, caso o sol não venha a brilhar intensamente num dia chuvoso, ninguém tomará banho frio. Um sistema de apoio elétrico vai compensar este aquecimento, garantindo a temperatura ideal. O consumidor vai economizar, pois estará utilizando uma fonte limpa e inesgotável para suas atividades que exigem água quente, deixando de consumir energia elétrica fornecida pela Ceriluz. A manutenção deste equipamento é baixa, exigindo, a princípio, apenas lavagens externas dos vidros duas vezes por ano e a drenagem do sistema uma vez por ano. A vida útil de um aquecedor solar está estimada em mais de 20 anos.

LÂMPADAS LEDs

O ideal é diminuir ao máximo o uso das lâmpadas, especialmente durante o dia, aproveitando a claridade do sol. Mas claro que, à noite, elas são indispensáveis. Sendo assim, nada melhor do que utilizar lâmpadas mais econômicas e, por isso, a Ceriluz está substituindo as lâmpadas incandescentes por lâmpadas LEDs, última tecnologia em termos de iluminação. O LED é um componente eletrônico, mais precisamente, um diodo semicondutor que converte mais de 80% da energia que recebe em luz. Estudos indicam que a economia com o uso de LEDs pode ser de até 95%. Comparativamente, 01 lâmpada incandescente de 60 Watts pode ser substituída por 01 lâmpada a LED de 4,5 W com economia de 55,5 W/hora. Já em vida útil, as lâmpadas LEDs têm mais de 50.000 horas, enquanto que as incandescentes têm 1.000 horas e a fluorescente compacta tem 10.000 horas. É um investimento viável e, neste caso, é a Ceriluz que investe pelo associado.

GELADEIRAS

O Programa de Eficiência Energética Ceriluz/Aneel também contempla a substituição de geladeiras velhas. Segundo estudos da Agência Nacional de Energia Elétrica os equipamentos para resfriamento de alimentos representam aproximadamente 1/3 da demanda de energia dentro de uma residência. E quanto mais antigas pior, uma vez que, além de possuírem uma eficiência menor o desgaste de seus equipamentos e borrachas vedantes acaba exigindo mais energia para resfriar na intensidade ideal. Por isso, é fundamental substituí-los de tempos em tempos. A Ceriluz está possibilitando isso oferecendo refrigeradores novos com selo de eficiência Inmetro de consumo “A”, ou seja, que apresentam o menor consumo do mercado. Estima-se que a substituição de uma geladeira antiga por uma nova alcança uma redução de 70% na demanda destes equipamentos.

PADRÕES DE ENTRADA

A Cooperativa também está realizando a substituição de padrões de entrada de energia que estejam em condições irregulares. O objetivo é garantir a segurança dos consumidores e a adequação técnica das novas instalações, que devem seguir ao Regulamento de Instalações Consumidoras (RIC) que determina normas de instalação para unidades ligadas em baixa e média tensão.

DESTINO CORRETO

As geladeiras e lâmpadas substituídas pela Ceriluz são devidamente coletadas, transportadas e encaminhadas para reciclagem pela Central de Tratamento de Resíduos - CETRIC, de Panambi. Trata-se de uma empresa que preenche todos os requisitos solicitados pelos órgãos ambientais, principalmente a Fundação Estadual de Proteção Ambiental - FEPAM, para coleta, transporte e destino de resíduos sólidos industriais. Os custos desta empresa também serão arcados pela Ceriluz e, sendo assim, os associados podem ficar tranquilos quanto ao correto destino dos equipamentos eletroeletrônicos retirados de sua residência.

CONSUMO CONSCIENTE

Equipamentos novos possibilitam uma significativa economia de energia. Essa economia, aliás, será aferida pela Ceriluz e os resultados encaminhados para a Agência Nacional de Energia Elétrica. Porém, aos associados/consumidores também cabe tomar iniciativas pró-ativas no sentido de ajudar a si próprios a economizar energia. Isso ocorre por meio do uso correto dos equipamentos eletroeletrônicos, especialmente aqueles usados para produzir calor ou resfriar ambientes. Por isso, junto com este informativo, encaminhamos o Manual do Consumidor, que traz dicas de consumo consciente de energia, informações sobre segurança ao interagir com energia elétrica e, para o caso de um acidente ocorrer, sugestões de ações para minimizar os efeitos e salvar vidas. Conheça o Manual do Consumidor acessando o link: Manual do Consumidor.