DIREÇÃO DA CERILUZ SE REÚNE COM SECRETÁRIA DE MEIO AMBIENTE

DSC 4446Para poder investir na geração de energia elétrica a Ceriluz depende de licenças ambientais. Com base nisso, a Cooperativa manteve audiência com a secretária estadual de Meio Ambiente, Jussara Cony, na Casa da Ceriluz, durante a interiorização do governo do Estado, na Expoijuí/Fenadi. A reunião teve o objetivo de discutir a tramitação de projetos de geração da cooperativa junto a SEMA, especialmente na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM), órgão responsável pela emissão das licenças de Instalação e Operação das usinas.

O presidente Iloir de Pauli fez a entrega de ofício e pediu celeridade na liberação destas licenças, para reduzir riscos operacionais e financeiros decorrentes de atrasos não programados para a implantação dos projetos.

Com as atuais usinas em funcionamento a Ceriluz possui 14 Megawatts (MW) instalados e chegará a 20 MW, com a conclusão da Usina RS – 155. A Cooperativa planeja implantar mais cinco unidades geradoras nos próximos anos, por meio de projetos que tramitam no órgão estadual, ampliando em 22 MW sua capacidade.

Jussara afirmou que está trabalhando para reestruturar a secretaria pela qual responde, reduzindo as carências de profissionais e reavaliando a relação entre os órgãos que integram sua pasta, como por exemplo, a FEPAM e o DRH – Departamento de Recursos Hídricos, que atualmente atuam de forma isolada.