EMPRESA ESPECIALIZADA INICIA DETONAÇÕES NA PCH SEDE II CENTENÁRIA

Detonação Sede II siteTeve início nessa última semana mais uma etapa de trabalho na Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Sede II Centenária, em obras na comunidade da Linha 04 Leste, em Ijuí. Na terça-feira, dia 27 de novembro, deram-se os primeiros passos no trabalho de aprofundamento do canal adutor, já preparando o espaço para o início da perfuração do túnel, que levará a água da barragem até a Casa de Maquinas daquela usina. Até então o trabalho esteve focado na abertura do canal com a remoção do solo para atingir a rocha. As primeiras detonações realizadas na terça-feira tiveram o objetivo de definir os limites das explosões e seus impactos. Durante os próximos dias, novas detonações devem ser realizadas nas áreas da barragem e também da Casa de Máquinas, essas visando quebrar efetivamente a rocha e permitir a sua retirada com uso de máquinas e caminhões.

Esse trabalho de detonação e abertura do canal e do túnel de adução é realizado pela empresa Pedra Branca Escavações, do Paraná, que já executou a perfuração dos túneis das PCHS José Barasuol e RS-155. O proprietário da empresa, Dalton Ravanelo, destaca que a execução desse serviço ocorre com foco na segurança, tanto para colaboradores envolvidos quanto para a comunidade local. “Muitas vezes existe um incômodo por parte da população quando uma obra com detonação se estabelece nas suas imediações [...] Ao se trabalhar com explosivos sempre haverá o barulho, que normalmente é o que mais impressiona as pessoas e, dependendo da distância, dependendo da altura, do solo, pode haver uma pequena vibração. Mas isso se busca contornar com planos de fogo, com traçados de túnel, para que as pessoas tenham a certeza de que estarão seguras”, garante Ravanelo. Ele salienta, contudo, que eventualmente pode ser necessário o isolamento do local e como existem residências próximas, as equipes de trabalho podem solicitar que os moradores se retirem de suas casas. Inicialmente estão ocorrendo as detonações externas, que serão seguidas pelas detonações internas, já no interior do túnel, cuja previsão de início é para o dia 07 de janeiro, uma vez que a cooperativa ainda aguarda algumas licenças com esse objetivo.

A PCH Sede II Centenária está sendo construída no leito do rio Potiribu, pela empresa Ijuí Centenária Geração SPE Ltda., que integra o Grupo Ceriluz, e foi enquadrada pelo Ministério de Minas e Energia (MME) dentro do Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento de Infraestrutura - REIDI, programa que visa estimular os setores de energia, transporte, portos, saneamento básico, entre outros. Desta forma o Projeto será beneficiado com a isenção de PIS/COFINS na aquisição das máquinas e equipamentos utilizados na usina, o que vai resultar em um benefício de aproximadamente R$1,2 milhões de reais.

Saiba mais sobre o tema ouvinto o Informativo Ceriluz dessa semana, acessando aqui.