COLABORADORES REVISAM CONCEITOS DE SEGURANÇA DETERMINADOS PELA NR10

RecicNR102018Os colaboradores técnicos da Ceriluz estão retomando as regras para segurança em instalações e serviços em eletricidade, por meio de um curso de reciclagem da Norma Regulamentadora 10 (NR10). Essa norma se aplica às áreas de geração, transmissão, distribuição e consumo de energia, incluindo as etapas de projeto, construção, montagem, operação, manutenção das instalações elétricas e quaisquer trabalhos realizados nas suas proximidades. Portanto, a quase todos os processos de trabalho da Cooperativa.

A reciclagem deve ser feita a cada dois anos. Ao entrarem na Cooperativa todos os funcionários da área técnica, obrigatoriamente, participam de um curso de formação de 80 horas referente à NR10, se preparando para as funções que irão exercer. Esta reciclagem – que compreende 16 horas - tem por objetivo retomar os ensinamentos repassados no curso e tirar os funcionários do comodismo da rotina de trabalho. “É importante fazer esse treinamento já que, muitas vezes, o pessoal acaba entrando em uma rotina de trabalho e acaba não usando todos os procedimentos e equipamentos de segurança exigidos. É sempre importante relembrar esses procedimentos de trabalho porque várias situações ocorrem durante a jornada de trabalho e o funcionário precisa estar extremamente preparado”, comenta o técnico em segurança no trabalho, Fábio Zago.

RecicNR10012018Para contemplar todos os colaboradores sem prejuízos ao atendimento aos associados, optou-se por formar seis grupos de estudos. O primeiro esteve reunido nos dias 18 e 19 de junho, enquanto que o segundo nos dias 20 e 21 de junho. Nessa semana estão sendo qualificados outros dois grupos, de 25 a 28 de junho. Após será feito um intervalo com a qualificação retornando entre os dias 30 de julho e 02 de agosto, para os últimos dois grupos. O treinamento foi ministrado pelo eletrotécnico Alexandre Coutinho, via Serviço Nacional da Indústria do RS – SESI.

Equipamentos - A Ceriluz também promoveu recentemente testes dielétricos dos Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) e Coletivos (EPCs) utilizados nas tarefas diárias em redes de distribuição de energia. Um teste dielétrico é um processo de avaliação realizado por aplicação de uma tensão a um componente elétrico que excede a sua tensão de operação normal. O objetivo do teste é determinar se o isolamento do componente é adequado para proteger o usuário contra choques elétricos. Esta verificação deve ser feita a cada seis meses nos chamados equipamentos flexíveis, como luvas e lençóis isolantes, e anualmente nos equipamentos rígidos, como varas de manobra.