PROJETO SOCIAL LEVARÁ QUALIDADE DE VIDA AOS ASSOCIADOS IDOSOS DA CERILUZ

UsinaSolar04Os associados da Ceriluz já estão familiarizados com os lemas da Cooperativa, como o “Além da Energia” e, o mais recente, “Energia para a Vida”. Agora a Cooperativa dá novos passos no sentido de consolidar estes conceitos apresentando um novo projeto social focado na qualidade de vida dos associados idosos. A proposta consiste na construção de condomínios voltados a atender às necessidades de pessoas com idade acima de 60 anos. Os Condomínios Melhor Idade contarão com casas de repouso, onde os associados poderão permanecer por tempo indeterminado, e estrutura completa para atendimentos especiais para a preservação da saúde. O primeiro Condomínio Melhor Idade já tem local definido para ser construído. Será em Catuípe, ao lado da RS 342, logo após o trevo de acesso à cidade, onde a Ceriluz adquiriu área de 12 hectares e cujas obras devem iniciar em 2019. O projeto foi lançado oficialmente na tarde de quinta-feira, dia 31 de maio, em evento que integra a programa da 12ª Feira da Indústria, Comércio e Desenvolvimento de Catuípe – FEICAT, ato que contou com a presença de autoridades regionais, estaduais e associados.

LancRMI“Este será o primeiro projeto de uma série que planejamos expandir para outros municípios. Hoje se fala muito em sucessão familiar, o que é importante, mas às vezes se esquece da qualidade de vida do pai e da mãe que passam a responsabilidade para seus filhos. Eles precisam continuar tendo tarefas, tendo opções para o dia a dia que lhes garanta qualidade de vida”, afirmou o presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli. Além dos espaços interdisciplinares, os condomínios projetam também ambientes para prática de esportes, atividades de lazer e laborais. Para viabilizar estes atendimentos especializados a Cooperativa está firmando parcerias, especialmente com a prefeitura de Catuípe, que disponibilizará seus profissionais para propiciar os serviços de assistência médica, odontológica, de fisioterapia, psicologia, entre outros. “A Ceriluz mais uma vez sai na frente e pensa nas pessoas além do econômico [...] Eu agradeço, em nome dos mais de 10 mil habitantes de Catuípe, por termos sido escolhidos para ser o embrião desse projeto que com certeza trará muitos benefícios para a comunidade catuipana, principalmente aos associados da Ceriluz”, comemorou o prefeito de Catuípe, Joelson Baroni.

O projeto lançado na feira conta ainda com uma Usina Solar instalada no mesmo terreno, que visa dar sustentabilidade ao projeto social, podendo suprir até 70% dos custos, conforme o presidente Iloir de Pauli. Neste projeto do Parque Solar de Catuípe serão investidos aproximadamente R$ 7 milhões e a expectativa da direção é iniciar a instalação no segundo semestre de 2018, com os trabalhos se estendendo por seis a oito meses. Inicialmente serão mais de três mil painéis solares, com uma capacidade instalada de 1 Megawatt (MW), já estando prevista a ampliação para 2 MW.

Saiba mais ouvindo o Informativo Ceriluz Além da Energia dessa semana aqui.

02 2