COMITIVA CONHECE ORGANIZAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA E POLÍTICA DA ALEMANHA

20170821 113355 Entre os dias 12 e 24 de agosto esteve na Alemanha uma comitiva formada por representantes de diferentes empresas e entidades do município de Ijuí, mantenedoras da Associação DEULA-Brasil. O grupo - formado por sete pessoas - acompanhou dezessete jovens que se deslocaram para a Alemanha com a finalidade de participar de intercâmbio de um ano em propriedades rurais alemãs. Tanto os estagiários quanto os membros da comitiva, permaneceram hospedados na sede da escola DEULA-Nienburg, no estado da Baixa Saxônia. Os intercambistas, no entanto, se transferiram para as propriedades rurais no dia 18 de agosto, enquanto que a comitiva continuou na cidade de Nienburg, de onde se deslocou para visitas a propriedades rurais, empresas e instituições diversas. Representando a Ceriluz integraram a comitiva o conselheiro Roberto Heuser, o contador Dirley Schiavo e o jornalista Vilson Wagner. O grupo foi formado ainda pelos engenheiros agrônomos Luiz Volney Viau, professor da Unijuí e presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Ijuí (APAJU); Diego Coimbra, supervisor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR); Egon Eidt, instrutor do SENAR; e pelo produtor rural Elton Eickoff.

Na área de tecnologia o grupo conheceu a Indústria Grimme, produtora de máquinas e implementos para colheita de leguminosas e verduras; a cidade do Automóvel, onde está localizada a Fábrica da Wolkswagen, em Wolfsburg, e a Indústria EEW, em Hannover, que produz energia elétrica a partir da queima do lixo produzido na região, com capacidade de 25 Megawatts (MW) instalados. No setor agropecuário foram visitadas as propriedades das famílias Kriesmann, com 3,5 mil vacas em produção, e Bertran, com criação de 5 mil suínos, também produtora de energia elétrica, sendo 0,711 MW por biogás e 0,25 MW a partir de placas fotovoltaicas. O grupo também visitou uma feira agropecuária na região, o Departamento de Horticultura da Universidade de Hannover e a Escola Técnica de Rothenburg, além, claro, da sede da DEULA-Nienburg. A comitiva conheceu a infraestrutura de logística e transporte e a organização social econômica e política do País, visitando cidades como Berlim, Hamburgo e Hannover.

20170816 100410Para Dirlei Schiavo a viagem foi muito positiva pela diversidade de informações que foi possível coletar. “O avanço industrial na produção de máquinas, a aplicação da tecnologia nas propriedades agrícolas, a diversificada matriz energética - eólica, solar, biogás e queima de lixo - foram muito bem destacadas nas visitas que realizamos. A boa infraestrutura de transporte público é outro item de destaque, assim como a preservação do patrimônio histórico, com edificações da Idade Média e, principalmente, do pós-guerra chamou muito a atenção”, avalia. Já Roberto Heuser destaca o programa de intercâmbio possibilitado pela DEULA. “É importante esse intercâmbio para os nossos jovens, uma oportunidade única e bem organizada, onde todos foram muito bem recebidos”, afirma. Na questão pessoal destaca as visitas como experiências marcantes. “Todas as visitas que fizemos foram experiências únicas, que eu aproveito para desenvolvimento pessoal e também das atividades onde atuo, citando de forma especial as experiências no setor agropecuário e energético”.

O jornalista Vilson Wagner, secretário da DEULA-Brasil, coordenou o grupo e destaca que a viagem teve um objetivo plural, ou seja, permitir o aprendizado em diferentes áreas, pela percepção da forma de agir dos alemães. “Eles têm seus problemas assim como nós também, contudo, os encaram de forma diferente. O que faz a diferença não é a tecnologia, tão citada quando se fala naquele país, mas a postura do alemão frente aos desafios, de organização e disciplina, o que falta muitas vezes ao brasileiro, já que em termos de riquezas naturais, temos uma situação muito mais favorável”, cita.

Parte das atividades foi desenvolvida de forma conjunta com uma comitiva de Missiones, Argentina, que da mesma forma como os brasileiros, estava na Alemanha a convite da DEULA-Nienburg acompanhando outro grupo de estagiários. Esse, aliás, é outro importante papel desempenhado pelas comitivas: apoiar os jovens estagiários nessa experiência, uma vez que estes enfrentam uma nova realidade, distantes de suas famílias. A viagem também é uma forma dos membros da comitiva conhecerem o programa de Estágio da DEULA-Brasil/DEULA-Nienburg e estimularem a realização do intercâmbio entre jovens brasileiros. A Ceriluz é uma das empresas mantenedoras da Associação DEULA-Brasil e ajuda a fomentar o intercâmbio de conhecimento entre os dois países.

Saiba mais AQUI sobre a adaptação dos jovens estagiários na Alemanha e sobre o programa de intercâmbio. As incrições para a seleção dos estagiários 2018/19 se abrem no próximo dia 01 de setembro.