DIREÇÃO APRESENTA RESULTADOS DA CERILUZ PARA ASSOCIADOS EM ASSEMBLEIA

ass. 2017Aconteceram na sexta-feira, 17 de março, as assembleias gerais das cooperativas Regional de Energia e Desenvolvimento Ijuí Ltda. – CERILUZ DISTRIBUIÇÃO, e de Geração de Energia e Desenvolvimento Social Ltda. – CERILUZ GERAÇÃO. As atividades tiveram início às 16 horas, no auditório da sede da Ceriluz, em Ijuí, com a presença de diretores, conselheiros e associados das cooperativas. Além das Assembleias Gerais Ordinárias (AGOs), também foram realizadas Assembleias Gerais Extraordinárias (AGEs) das duas instituições, essas últimas com o objetivo de debater alterações estatutárias.

As ações iniciaram com a apresentação dos Relatórios de Gestão pelo presidente Iloir de Pauli. Com relação à Ceriluz Distribuição, Iloir destacou bons resultados apesar de 2016 ter sido considerado um ano de dificuldades pela sociedade. “Registramos crescimento de 5,14% na demanda de energia, o maior crescimento entre todas as cooperativas gaúchas. Destaque para o consumo no setor agropecuário, que usou da irrigação como fator determinante para garantir uma boa produtividade”, comentou. O presidente reforçou que a Ceriluz está preparada para suportar crescimento ainda maior na demanda pelos próximos anos. “Pelos nossos cálculos, hoje nossa estrutura suporta uma demanda de até 18 milhões de quilowatts-hora, o que nos dá ainda alguns anos de tranquilidade e a certeza de que teremos energia suficiente também para os anos que estão por chegar”, garantiu.

ass. 2017 presNa Ceriluz Geração, apesar da queda na produção de energia em relação a 2015, ano de recorde, Iloir exaltou os resultados de 2016. “Se em 2015 tivemos uma produção exemplar nas usinas da Ceriluz, por outro lado, tivemos pesadas penalizações aplicadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica sobre todos os geradores do país, devido à estiagem que derrubou a geração brasileira. Já no ano passado não tivemos tais penalizações, o que ajudou a melhorar nosso capital de giro, apesar da queda na geração própria”, explicou ele.

Por fim, o presidente definiu 2016 como um ano a se comemorar, não só pelo Cinquentenário, mas pelos seus resultados. “Apesar de estar dividida em diferentes pessoas jurídicas, gostamos de ver a Ceriluz como uma só, unida e forte. Aliás, o fato de atuar em duas frentes – geração e distribuição – ajuda a estabilizar os negócios. Se por um lado, como disse, a geração de energia caiu em razão da redução das chuvas, por outro, a distribuição de energia cresceu, pelo mesmo fator, já que nossos associados consumiram mais energia, especialmente para irrigação de lavouras”, resumiu. Os resultados financeiros foram apresentados aos presentes pelos contadores Rúbio Michael e Jéssica Panke e aprovados pelos presentes, avalizados pelos pareceres dos respectivos conselhos fiscais e também da auditoria independente que analisa todos os números.

Renovação do Conselho Fiscal – Outro fato importante das assembleias foi a renovação dos conselhos fiscais das cooperativas. Para a Ceriluz Distribuição foram eleitos como titulares Sidnei João Montagner, Ângelo Paulo Przybytowicz e Carlos Karlinski, e como suplentes Marlene Bussler, Nelson Dallabrida e Grasiele de Siqueira Beier. Na Ceriluz Geração foram eleitos os titulares Olacir Amaral, Clóvis Taborda Padilha e Cláudio Roberto Drews, enquanto assumem como suplentes Cledi Marli Pires Savariz, Evandro Lanzarin e Rosemara Beck.

Fiscal 2017 Dist

Conselho Fiscal Ceriluz Distribuição

Cons. 2017 ger

Conselho Fiscal Ceriluz Geração