BOIAS NO LAGO DA PCH JOSÉ BARASUOL ALERTAM PARA RISCOS

boias site 0A Ceriluz adotou mais uma medida com o objetivo de evitar a prática de atividades proibidas na área do lago da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) José Barasuol. A cooperativa instalou boias de sinalização no lago da usina, em Ijuí, que servem para delimitar a distância que as pessoas, embarcadas ou não, devem ficar da estrutura da barragem. As boias foram instaladas a uma distância de aproximadamente 200 metros da barragem e nenhuma pessoa não autorizada pode ultrapassar essa sinalização, independente do objetivo. Essa é a mesma distância para a proibição da pesca no local, no atual momento, onde estamos fora do Período da Piracema, que se encerrou no último dia 31 de janeiro e se caracteriza pela reprodução dos peixes.

A distância referente a proibição da pesca, no entanto, sobe no Período da Piracema, quando passa a ser de 1.500 metros, tanto acima como abaixo da barragem. Portanto, no período compreendido entre outubro e janeiro de cada ano, as boias não podem servir de referência para a proibição da pesca.

As boias sinalizadoras se constituem de tambores na cor amarela, cor esta instituída como padrão para identificar locais e situações que exigem atenção e indicam possível emergência. Nesse caso, além do tambor, adesivos colados sobre as mesmas informam sobre a proibição da entrada no espaço indicado, sob o risco de morte por afogamento, conforme definido na Lei 12.334/10, que trata da segurança em barragens. Além do risco de afogamento há ainda a possibilidade de queda no vertedouro da barragem.

As demais usinas da Ceriluz também devem receber essa sinalização.

boias site

boias site 1