CONSTRUÇÕES DEVEM RESPEITAR FAIXA DE DOMÍNIO PRÓXIMA ÀS REDES DA CERILUZ

DSC00007Quando o associado encaminhar para a Ceriluz um pedido de ligação de energia, a Cooperativa irá repassar todas as orientações para a correta instalação, incluindo regras que devem ser respeitadas para evitar transtornos e a necessidade de modificações posteriores no projeto. Entre estas regras está a distância entre a edificação e a rede de distribuição de energia.

Construir próximo a rede de energia pode parecer uma boa opção, pois reduzirá os custos de conexão com a rede. No entanto, não pode ser próximo demais. A Norma Técnica 15.688/2009, que é seguida pela Ceriluz e demais distribuidoras de energia brasileiras, define que existe uma “faixa de segurança para as redes de distribuição rurais [...] de 15 metros, distribuídos em 7,5 metros de cada lado em relação ao eixo da rede”. Neste espaço é proibida a construção de edificações e assemelhados, atendendo assim aos requisitos de segurança de pessoas e bens. Da mesma forma é vedado o plantio de árvores de grande porte, sendo permitido apenas o cultivo de vegetação rasteira, como cereais, pastagens ou arbustos, sendo que, caso contrário, a Cooperativa possui autorização para realizar a poda ou a supressão dessas árvores, conforme a necessidade. A regra visa diminuir os riscos, seja de toque na rede durante a obra ou ao longo da vida da família no local. Além disso, com a proximidade, aumentam as chances de cabos ou postes caírem sobre a residência quando ocorrerem temporais.

Todos os casos de construção próximo demais às redes (foto) são corrigidos pela Cooperativa, antes de efetivar a ligação da energia nesse imóvel. “Quando a gente percebe que uma obra ficou dentro da faixa de domínio da rede, fazemos um projeto para retirar essa residência dessa faixa e isso, inevitavelmente, vai acarretar custos que são todos repassados aos associados para adequar a situação”, explica o engenheiro eletricista Márcio Mühlbeier, responsável pelo Setor de Atendimento da Cooperativa.

Esta norma se aplica ao meio rural. No caso da área urbana, além das regras da Cooperativa, ao construir uma edificação é preciso se levar em consideração ainda o Plano Diretor de cada município. Por isso, conforme Márcio, é fundamental que o consumidor procure a Ceriluz antes de qualquer novo empreendimento, fazendo a obra de forma consciente. Essa orientação se aplica também para casos de ampliações em edificações já existentes, que acarretem o aumento na demanda por energia (veja mais aqui).

Riscos nas lavouras - Além do risco de construções próximas às redes a Cooperativa registra anualmente acidentes envolvendo máquinas agrícolas e redes elétricas. Devido a isso, Márcio Mühlbeier, alerta ainda aos produtores rurais que analisem suas lavouras antes de iniciar qualquer atividade – semeadura, pulverização ou colheita – identificando a altura das redes, os vãos entre os postes, a presença de estais, entre outros obstáculos. “Hoje os maquinários aumentaram de tamanho, os pulverizadores têm barras mais altas para uma abrangência maior, o que exige atenção redobrada por parte do associado. Assim como nossos colaboradores, que quando saem a campo fazem uma avaliação dos riscos, assim também deve agir o produtor rural, próximos às redes da Ceriluz”, finaliza o engenheiro.