EMATER/RS E CERILUZ DEBATEM USO DA ENERGIA SOLAR NO MEIO RURAL

Encontro Emater 1O presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli, recebeu no dia 20 de outubro uma comitiva da Emater RS-Ascar, com o objetivo de debater temas de interesse comum. Representando a instituição estadual estava o seu presidente, Clair Khun; a assessora técnica ambiental, Sara Hentges; a assessora especial, Maidi Schneider; e o gerente adjunto da região administrativa de Ijuí, Vito Cembranel. Acompanhavam o presidente Iloir o diretor-secretário Romeu Ângelo de Jesus e o gerente administrativo, Ivo Boratti.

O tema principal foi a possibilidade da Emater estimular a geração de energia fotovoltaica entre produtores rurais, inclusive com o apoio via financiamentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF. O tema é de interesse da Ceriluz, uma vez que a Cooperativa precisa estar com sua estrutura preparada para receber estes projetos, já que pelo processo da Energia Distribuída, como é chamado, o produtor de energia consome o que produz e fornece a energia excedente para a distribuidora. Clair Khun destaca a energia elétrica como fator indispensável para agregar valor na propriedade e estimular a permanência do jovem. “Isso vai mostrar que o pequeno produtor está amparado, mas principalmente que o filho deste produtor vai ter uma perspectiva de ficar na propriedade. Ele não vai ficar na propriedade se não tiver a energia elétrica, se não tiver a tecnologia da informação, a internet [...] e aí eu tenho certeza que o jovem terá o mesmo acesso que se tem aqui na cidade, mas com uma qualidade de vida maior lá no interior”.

Encontro Emater 3O presidente Iloir de Pauli, lembrou que essa é uma tendência no mundo, já regida pela legislação brasileira, e que a Cooperativa vai estar preparada para apoiar estes projetos que fomentam a geração de energia limpa. A geração de energia solar, inclusive, já foi fato de estudo da Cooperativa que, durante a última ExpoIjuí/Fenadi instalou placas solares na sua casa, no Parque de Exposições Wanderley Agostinho Burmann, tornando a casa mais sustentável.

Outro projeto apresentado na reunião trata da proteção de nascentes de água. A Emater/RS-Ascar antecipou o conteúdo de um material didático que irá lançar nos próximos dias e que contém orientações sobre proteção de fontes de água. O material explicativo, segundo a assessora técnica ambiental da Emater/RS-Ascar, Sara Hentges, tem por base resoluções do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema). Em maio deste ano, o Consema publicou uma normativa em que autoriza a Emater/RS-Ascar a emitir boletim técnico para construções de baixo impacto ambiental, com o objetivo de proteger as nascentes e atender a necessidade de consumo de água das famílias rurais.

Ouça entrevista completa com o presidente da Emater/Rs-Ascar no Informativo Ceriluz do dia 28.10, acessando aqui.