PALESTRA CONTEXTUALIZA A CERILUZ PARA ESTUDANTES DE ESCOLAS DA REGIÃO

DSC 0133 siteA Ceriluz retomou nesta semana suas ações do Projeto Ceriluz 50 Anos. Desta vez seu público são os estudantes das escolas localizadas dentro da área de ação da Cooperativa. A proposta visa apresentar a Cooperativa às novas gerações - que já são importantes usuários da energia e os futuros associados - e estimulá-los a serem consumidores de energia conscientes. Nesta semana duas escolas de Ijuí foram visitadas: a Escola Estadual de Ensino Fundamental Santana, do Distrito de Santana e a Escola Estadual 24 de Fevereiro, da Vila Chorão. A escola de Santana foi visitada na terça-feira à tarde, enquanto a escola do Chorão foi visitada na quarta-feira, também à tarde. Em ambas o público atendido foram os estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. A escolha destas duas entidades para iniciar as atividades não se deu por acaso, mas pela intensa presença da Ceriluz nestas comunidades. É ali próximo que ficam instaladas as Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) José Barasuol e RS-155 e também a Subestação Reinholdo Luiz Kommers.

A palestra, ministrada pelo assessor de comunicação Vilson Wagner, iniciou com um relato sobre o desenvolvimento da Ceriluz ao longo de seus cinquenta anos. Na sequencia foram apresentadas as principais infraestruturas da Cooperativa - usinas, subestações e redes - e o caminho que a energia segue das unidades geradoras até a casa do consumidor. Outro aspecto em destaque foi a orientação sobre o uso adequado da energia e informações sobre segurança no manuseio de equipamentos elétricos. Em ambas as escolas os estudantes e professores interagiram e esclareceram dúvidas baseadas em experiências vividas em suas residências. Ao final, juntamente com o material institucional da Ceriluz foi distribuído o Manual do Consumidor, que traz informações mais completas sobre o consumo consciente e com segurança. “Deveria haver mais palestras deste tipo nas escolas do campo, no sentido de tirar dúvidas, mesmo daqueles casos corriqueiros de acidentes que acontecem nas residências”, avalia a professora de área de ciências da Escola Santana, Terezinha Moyer.

DSC 0089 siteOutro importante ato realizado na oportunidade foi a doação de alguns exemplares do livro Ceriluz 50 Anos – Energia para a Vida, escrito pelo escritor Ademar Campos Bindé. Os livros foram disponibilizados às escolas e passam a fazer parte do acervo das suas bibliotecas, servindo de material didático sobre a Cooperativa e a história da região, para ser utilizado por professores, estudantes e também pelos pais, associados da Cooperativa. “Com certeza os livros serão muito utilizados pelos alunos e pelas famílias. Os pais têm o livro à disposição no momento que eles quiserem, basta pedir aos filhos para retirarem”, garante a diretora da Escola 24 de Fevereiro, Maria Bagetti.

A apresentação da Palestra Ceriluz 50 Anos – Energia para a Vida, não irá se limitar a estas duas escolas. O objetivo é alcançar todas as escolas dentro da área de ação da Ceriluz, em um médio prazo.

Saiba mais sobre este assunto no Informativo dessa semana, clicando aqui.